Formação em psicanálise: o que é preciso para se tornar psicanalista?

Formação em psicanálise: psicanalista com paciente

Apesar de não haver regulamentação da psicanálise no Brasil, há uma série de critérios rígidos que devem ser seguidos para se tornar psicanalista. Como são muitas escolas, é natural que se fique em dúvida sobre as normas para realizar esse trabalho e em quais instituições estudar.

Mas não se preocupe. Preparamos este post especial para você entender melhor a formação em psicanálise e acabar com as suas dúvidas. Ficou interessado? Confira nosso artigo e saiba mais sobre o tema!

O que é necessário para se tornar um psicanalista?

A ocupação de psicanalista não é uma profissão regulamentada no país, mas existem critérios exigidos para atuação do profissional. O Ministério do Trabalho fez o reconhecimento desse ofício conforme a CBO número 2.515-50, segundo a portaria número 397/2002.

A teoria psicanalítica estabelece que a formação do psicanalista é baseada no tripé teoria, análise pessoal e supervisão. Ou seja, é preciso fazer um curso em uma escola, tendo como base os estudos aprofundados da teoria freudiana, realizar análise e fazer estágios supervisionados.

Para fazer a formação em psicanálise, não é obrigatório ter um curso superior para seguir com esse trabalho. Porém, algumas escolas de preparo de analistas só admitem pessoas que possuem graduação completa.

Independente da formação e qualificação profissional, toda pessoa que queira atuar como psicanalista, deve passar pelo tripé de formação, para ter o direito ao exercício da função de psicanalista.

Quais os tipos de cursos oferecidos para a formação em psicanálise?

A formação de psicanalista é obtida em cursos livres oferecidos por escolas especializadas em Psicanálise. O curso livre é regulamentado pelo Decreto Presidencial número 5.154 de 2004, lei 9.394/96 e a Deliberação CEE 14/97.

Ele é uma modalidade de formação profissionalizante rápida, que deve responder à uma série de requisitos como: as escolas que oferecem esses cursos devem ter CNPJ, alvará de funcionamento, possuir equipe técnica e estar credenciadas por uma organização sindical.

Como é emitido o certificado?

Os cursos livres emitem certificado na conclusão do curso. O documento deve conter, no mínimo, 1.500 hs/a de estudo, além de estágio e pesquisa. Para que tenha validade nacional, deve ser publicado no diário oficial ou ser registrado em cartório.

Quais são as condições para clinicar?

Para clinicar, você deve concluir a sua formação na instituição escolhida, segundo o tripé da teoria, análise pessoal e supervisão. Ao final do curso, a instituição oferece um certificado, que autentica o exercício do ofício de psicanalista.

Para a abertura de um consultório, é necessário obter um alvará. Para isso, você deve ir à prefeitura da cidade com o contrato de locação do imóvel ou Escritura (no caso de imóvel próprio) e o carnê de IPTU quitado. No departamento, é gerado um boleto. Após o pagamento, é feita a emissão do documento que autoriza o atendimento no local.

A Psicanálise, de acordo com o Ministério do Trabalho, é uma ocupação. Apesar de não ser regida como profissão, ela conta com uma série de normas internas para garantir a qualidade do trabalho realizado. E então? Gostou de saber mais sobre a formação em psicanálise? Entre em contato com a SBPI e conheça nossos cursos!

4 comentários para este post
  1. Boa noite. O que vem a ser o requisito análise pessoal? Como ela é realizada ?
    A Supervisão é realizada por quem ?
    Obrigado.

  2. Boa noite, gostaria de começar o curso….

Deixe uma resposta