Sessão de terapia online: 5 vantagens de oferecer esse serviço!

A tecnologia já possibilitou grandes mudanças em diversos setores profissionais, inclusive no da psicanálise. Graças aos chats, e-mails e também às chamadas de vídeo, agora existe a opção da sessão de terapia online. Apesar de ainda ser visto com certa desconfiança, esse tipo de sessão pode trazer ótimos resultados aos pacientes, além de algumas vantagens para o profissional.

Indicaremos 5 dessas vantagens no artigo de hoje. Veja!

1. Evita o deslocamento do profissional e do paciente

Um dos problemas das grandes cidades é justamente a dificuldade de locomoção, que faz com que horas sejam perdidas durante o trajeto, além do tempo necessário para estacionar o carro. Em uma sessão de terapia online isso não será uma preocupação, já que o paciente precisará apenas de um dispositivo com acesso à internet, seja em sua casa ou em outro lugar em que se sinta à vontade para que o atendimento seja realizado.

A ausência da necessidade de locomoção também pode abrir grandes possibilidades, como o atendimento de pessoas de outras localidades e até de quem more no exterior.

2. Há uma flexibilidade maior de horários

Algumas pessoas deixam de fazer terapia por conta da rotina agitada, viagens ou outros compromissos que impedem o comparecimento às sessões. Quando todo o processo é feito online isso não é um problema, já que a sessão de terapia pode ser feita em horários mais flexíveis, basta que paciente e profissional entrem em comum acordo.

3. Os custos são reduzidos

Ao analisar os custos de oferecer sessões presenciais, é possível perceber que gastos, como aluguel, água, luz, limpeza, entre outros acabam encarecendo as consultas. Já nas terapias online o profissional pode oferecê-las de qualquer lugar, cortando os custos, o que influenciará na hora de definir o preço da sessão de psicanálise.

4. Promove a acessibilidade

Pessoas com deficiência, infelizmente, ainda têm muita dificuldade para se locomover nas ruas. São muitos os obstáculos e empecilhos que podem provocar o desânimo e a desistência de um tratamento. Como nas sessões de terapia online não é necessário que elas enfrentem esses contratempos, pode-se dizer que esse tipo de atendimento promove a acessibilidade.

5. O paciente se sente mais confortável

O conforto é uma das principais vantagens, tanto para o paciente quanto para o psicanalista. Em casos como síndrome do pânico e agorafobia, em que existe uma dificuldade maior em sair de casa, as sessões feitas por meio da internet permitem que esse paciente consiga dar prosseguimento na terapia mais facilmente.

Além disso, existem muitos meios para que as sessões aconteçam, como os chats, as mensagens instantâneas, as videoconferências e o psicanalista precisa sugerir a abordagem que proporcionará o conhecimento sobre o paciente e a maior abertura emocional possível.

Considerando que os jovens estão acostumados a relacionar-se por meio de mensagens, utilizar esse método pode fazer com que eles se sintam mais seguros para compartilhar suas emoções. No entanto, é importante ressaltar que as terapias feitas por chamadas de vídeo, em programas como o Skype, são as que mais se assemelham a presencial. Isso porque nelas o psicanalista consegue ver o paciente e analisar sua expressão corporal para conduzir o tratamento da melhor forma.

Enfim, uma boa maneira de conseguir ótimos resultados é combinar diferentes métodos, incluindo o vídeo.

A sessão de terapia online costuma ser indicada para tratamentos de curta duração e, embora isso seja improvável, se o profissional verificar que o caso é mais complexo e precisa realmente ser feito de modo presencial, ele pode conversar com o paciente e alterar a forma como as sessões serão realizadas.

Gostou das dicas? Quer saber mais a respeito desse e de outros tipos de terapia? Entre em contato conosco!

2 comentários para este post
  1. Excelente!
    Mas ainda tenho uma grande dúvida em relação à terapia on-line:
    A transferência do paciente com o terapeuta?
    Não é preciso olho no olho para que o paciente adquira essa confiança que está diante um terapeuta que podes mesmo ajudá-lo?
    Tenho essa enorme dúvida.

Deixe uma resposta