5 dicas para administrar melhor seu consultório de psicanálise

Após anos de estudo um profissional está apto para dar a assistência psicanalítica esperada pelos seus pacientes. Porém, não necessariamente é preparado para lidar com as rotinas administrativas de um consultório de psicanálise, que envolvem mais do receber as pessoas para uma consulta. Uma rotina que pode ser bastante cansativa para aquelas pessoas que não estão habituados com os conceitos de gestão. Administrar bem é garantir o sucesso do trabalho.

Controlar a agenda, organizar cadastro de pacientes, estabelecer um padrão de qualidade no atendimento, gerenciar secretárias e ainda tomar conta de todas as finanças do consultório são alguns dos desafios a serem enfrentados por esses profissionais. É preciso se preparar para enfrentar o dia a dia como psicanalista e administrador sem que isso tenha prejuízos para a rotina do consultório.

Neste artigo separamos algumas dicas de gestão que vão te ajudar a administrar com mais eficiência o seu consultório de psicanálise. É só conferir os próximos parágrafos.

Atenção à sua agenda

Cadernetas, blocos de notas e agenda de papel já não são considerados instrumentos práticos para anotar os seus compromissos diários. É difícil localizar as informações registradas, há risco de registrar dados em locais errados e ainda gerar confusão. Para contornar isso existem sistemas informatizado que facilitam a organização dos horários de pacientes, facilita a busca pelas informações registradas e ainda facilita o seu acesso aos dados, pois podem ser acessadas do computador, smartphone, tablet…

Organize os seus cadastros

Há uma lista de contatos importantes para um consultório de psicanálise: fornecedores, colaboradores, prestadores de serviços e clientes. É importante organizar esses dados, armazenar e torna-los acessíveis sempre que precisar. Imagina precisar ligar para um paciente para agendar um retorno e não conseguir achar os dados? É um grande prejuízo para o seu consultório. Sistemas informatizados ou as nuvens de armazenamento são excelentes alternativas aos arquivos tradicionais, que ocupam muito espaço e ainda dificultam o acesso à informação.

Tenha qualidade no atendimento

Um profissional de saúde precisa compreender que as relações humanas fazem parte do seu trabalho. A todo momento está lidando com as pessoas e por isso deve focar em um método de atendimento que priorize esse tipo de relação. E as pessoas esperam que esse atendimento seja de qualidade – e podem desistir dos seus serviços se não gostarem do que encontrar. Conheça os seus pacientes: tenha os históricos sempre acessíveis e utilize-os para criar uma rotina de atendimento mais personalizada e eficiente.

Planejamento e controle financeiro

Montar um planejamento e controle financeiro é de grande importância para a rotina diária do seu negócio. Lembre-se que o pagamento de pacientes, convênios e outras fontes de renda que possa ter acontecem em datas diferentes, então é preciso equilibrar os seus pagamentos e retirada de acordo com essas datas. Sem um planejamento e controle financeiro o seu negócio pode estar em risco.

Invista no marketing

Para que o seu consultório de psicanálise possa dar certo é necessário atrair pacientes. E o marketing é o caminho para isso. Ainda mais com as possibilidades oferecidas pelo marketing digital. Aproveite e utilize as informações que o seu consultório reuniu para montar as suas estratégias, conquistar novos pacientes e fidelizar aqueles que já chegaram até você.

Como tem gerenciado o seu consultório de psicanálise? Compartilhe com a gente um pouco da sua experiência.

Deixe uma resposta