4 vantagens da psicanálise contemporânea na prática clínica

Desde seu surgimento por meio dos estudos e teorias de Sigmund Freud, a Psicanálise busca formas de compreender as causas para o sofrimento humano. Durante esse período, grandes transformações sociais trouxeram novos desafios. Porém, ao invés de serem vistas como dificuldades do psicanalista, essas mudanças mostram que a abordagem psicanalítica contemporânea continua capaz de prover as respostas a essas necessidades .

De que formas esses desafios se mostram, na verdade, uma oportunidade para a prática da Psicanálise Contemporânea? Que vantagens a abordagem psicanalítica apresenta? Como ela atende às demandas decorrentes dessas transformações sociais?

1. Resposta às novas formas de sofrimento

As comparações entre a sociedade moderna e aquela da época de Freud mostram uma diferença gritante entre os papéis exercidos por homens e mulheres.

Atualmente existem muitas novas doenças ou muitas novas formas de sofrer, impensadas à época da criação da Psicanálise. O culto excessivo à imagem, as depressões, os resultados da imposição de um sistema consumista sobre a psique, o surgimento de toxicomanias e distúrbios alimentares, o nível das perversões…

Somam-se a esses o fato de termos, hoje, uma sociedade com uma grande dificuldade de estabelecer e manter vínculos, o que em si já é um problema e que tende a agravar os incômodos descritos anteriormente.

Todos esses quadros, bastante recentes e ligados diretamente ao pensamento capitalista, fazem com que as angústias que causam o sofrimento nesses períodos distintos se manifestem com uma diversidade ampliada.

Porém, a raiz desses problemas é a mesma, o que consiste em uma vantagem ao psicanalista.

2. Contribuição de linhas psicoterapêuticas distintas

Ao longo do tempo surgiram também outras linhas terapêuticas, com o potencial de agregar perspectivas diferentes à análise do paciente e complementar a abordagem psicanalítica com outras visões.

Portanto, a inclusão das terapias alternativas no atendimento clínico do psicanalista, além de garantir uma visão mais abrangente do problema, permite sua abordagem através de ferramentas distintas. Essa ampliação de possibilidades pode tornar o resultado e a solução dos problemas mais eficaz.

3. Promoção de uma transformação profunda

Os conflitos que podem levar ao desequilíbrio de ordem emocional podem ocorrer com todas as pessoas, e em diferentes fases da vida. Para solucioná-los, existem diversas alternativas e abordagens.

Dentre essas possibilidades, a psicanálise se apresenta como um método assertivo e gradativo capaz de promover uma transformação duradoura e profunda.

Com uma visão integrada, o psicanalista é capaz de propor a intervenção mais eficaz para cada caso especifico. Psicanálise, terapias alternativas ou até mesmo a utilização de medicamentos são aliados para a promoção da saúde e do bem estar do paciente.

Com a intervenção adequada, a autoestima é fortalecida e o amadurecimento emocional se torna possível, a causa do incômodo ou desequilíbrio é solucionada. A pessoa se torna mais preparada para enfrentar os novos conflitos de forma madura e serena.

4. Olhar individualizado

As características da sociedade consumista acostumou as pessoas a procurarem atender suas demandas de consumo do modo mais rápido possível. Velocidade é um critério de valor e escolha.

Porém, quando se trata de questões relacionadas à saúde e bem estar, existe a percepção de que o atendimento profissional impessoal e rápido, ao contrário de produzir bons resultados, dificulta a solução dos problemas e a obtenção do resultado desejado.

Mais uma vez, a Psicanálise se destaca como uma alternativa que garante um olhar individualizado ao paciente. Neste caso, o processo terapêutico não é ajustado a um tempo específico.

Um dos principais pilares desta abordagem é justamente o fato de que o tempo cronológico deve se ajustar às necessidades do paciente, e não o contrário.

Embora o próprio Fred defendesse a ideia de que modificações psíquicas só ocorrem muito lentamente e que não há como promover a libertação do indivíduo com um prazo de validade tão limitado, a abordagem psicanalítica contemporânea entende que cada individuo é único.

Por isso, atualmente, entende-se que o tempo de tratamento é relativo, de acordo com cada paciente. Para alguns, o processo pode ser longo. Para outros,  a mudança desejada pode ocorrer em pouco tempo.

O mais importante é que essa intervenção tenha o tempo e as ações necessárias para auxiliar as pessoas em seu processo de mudanças estruturais. São elas que garantem que o paciente obtenha a capacidade de assumir seus desejos e as rédeas de seu destino.

Entendeu como as transformações sociais, longe de serem dificuldades do psicanalista, são oportunidades para uma intervenção bem sucedida? Gostaria de aprender mais sobre a Psicanálise? Então não perca tempo! Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.